A política de gestão da UFRA, como orientação geral adotada nas Instituições de Ensino Superior (IES), segue os princípios do modelo de administração pública gerencial e que tem como base, o Planejamento Estratégico Institucional (PDI), no qual estão definidas as ações voltadas para  a melhoria do ensino, pesquisa, extensão, gestão e avaliação, visando a formação acadêmica, produção de conhecimentos científicos e tecnológicos, serviços de extensão, bem como a eficácia dos processos e atividades, mediante redução de tempo, melhoria da qualidade e flexibilidade das ações com vistas a obter ganhos de competitividade. 

             Considerando que Gestão Pública é um termo mais recente, muito usando na Administração Pública, que faz referência às novas práticas do setor público, algumas importadas do setor privado, outras recuperadas dos porões da história, outras desenvolvidas nas últimas décadas, pode-se dizer que está mais vinculada às práticas de gestão, à funcionalidade e situação atual do Estado. Dessa forma, a Gestão Pública aparece como um importante instrumento de acompanhamento e supervisão dos serviços prestados por esses órgãos à sociedade, que clamam cada vez mais por serviços de qualidade.

           Na UFRA, o Planejamento Estratégico - PDI 2014-2024 traz em seu arcabouço uma série de metas relacionadas a Modernização Institucional e a Melhoria dos Processos Administrativos, tendo como visão de futuro: “Ser referência nacional e internacional como universidade de excelência na formação de profissionais para atuar na Amazônia e no Brasil”.

             Nesse contexto, a PROGEP/UFRA propõe a realização do I Seminário de Gestão Pública na Instituição, considerando as várias iniciativas conduzidas pelo Governo, ao longo dos anos, relacionadas à gestão de processos voltados para as IFES que ainda carecem de integração e disseminação, dificultando ou impossibilitando o compartilhamento de resultados nos moldes de cadeias de valor intra e entre instituições.  Isto traz consequências para a execução de iniciativas prioritárias e atividades fins das IFES.    

             A Divisão de Capacitação e Desenvolvimento, unidade ligada à PROGEP/UFRA, é responsável pela coordenação do seminário, em vistas de papel institucional de modo a atender sua missão de “Atuar no fortalecimento institucional através do desenvolvimento de competências dos servidores, visando à otimização da qualidade dos serviços oferecidos”.

            A logomarca adotada no formato de lâmpada cheia de engrenagens faz referência as novas idéias que agregam valor e melhoram aos processos já estabelecidos.

 

Objetivos

 - Contribuir para aperfeiçoamento das rotinas administrativas e processos de gestão da UFRA e IFES participantes;

- Identificar fragilidades na gestão de processos desenvolvido dentro da UFRA e IFES participantes;

- Difundir experiências exitosas praticadas dentro das IFES;

- Compartilhar boas práticas de gestão dentro do setor público voltado as IFES;

- Propor reestruturação dos modelos de gestão e rotinas administrativas que interferem na efetiva prestação do serviço público por parte das IFES;

- Valorizar o trabalho dos servidores que atuam na operacionalização e gestão das atividades meio;

- Apresentar um painel quanto à condução de iniciativas de Gestão de Processos nos órgãos de governo;

- Criar um grupo para troca de experiência sobre Gestão de processos e institucionalização/aperfeiçoamento da Carta de Serviços ao Cidadão da IFES.